quinta-feira, 9 de março de 2017

Uma Raposa, 17 Gansos e Um Tabuleiro. Venham Jogar!!!



Um jogo de tabuleiro testado e aprovado pelas crianças, divertido, ao mesmo tempo que pede concentração e estratégia.
É possível construí-lo em casa com materiais básicos, o que torna todo o processo ainda mais engraçado e em que as crianças podem envolver-se.
O original deste nosso jogo encontrá-mo-lo aqui. Depois foi apenas necessário adaptá-lo ao nosso gosto, deitar mãos à obra e finalmente, jogar.

Material:
2 folhas A4 papel quadriculado
1 folha branca de cartolina
1 folha azul de cartolina
17 botões amarelos
1 botão azul 
Tesoura
Cola
Lápis de cor

Construção:
1º passo: fazer 5 quadrados em papel quadriculado com 16x16 quadrículas. Recortar.


2º passo: dividir cada quadrado ao meio nos 3 sentidos (vertical, horizontal e oblíquo) com lápis de cor.

3º passo: colar os quadrados como se vê na imagem numa cartolina azul e recortar a toda a volta deixando uma pequena margem.

4º passo: colar tudo numa cartolina branca, quadrada, com 35cm de lado.


No nosso caso, decorámos o tabuleiro com lápis de cor e escrevemos as regras no próprio tabuleiro para estarem acessíveis durante o jogo.
Para fazer a raposa e os gansos usámos botões.
O jogo começa com as peças colocadas como se vê na primeira imagem acima.
Divirtam-se!!!

Regras do jogo:
1. A raposa joga em primeiro lugar
2. A raposa pode mover-se em todos os sentidos e pode comer os gansos saltando por cima deles sempre que haja uma casa vazia atrás do ganso. Pode dar saltos sucessivos e comer vários gansos numa só jogada.
3. Os gansos podem mover-se em todas as direções menos para trás. Ganham quando conseguem encurralar a raposa.
4. A raposa ganha se comer todos os gansos ou se conseguir passar por eles impedindo-os de andar para trás para a encurralarem.
5. Os gansos não saltam nem podem comer a raposa.


Aqui está um exemplo de um jogo ganho pelos gansos. A raposa não tem para onde fugir:


E aqui está um exemplo de um jogo ganho pela raposa. Os gansos não podem andar para trás, logo não podem encurralar a raposa.

1 comentário: