terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Esparguete com alho francês e milho doce

Mais uma daquelas receitas que inventamos cá em casa quando já estamos sem tempo para cozinhar. É muito fácil de fazer e sabe mesmo bem.


Ingredientes para 6 pessoas:
500grs de esparguete
4 alhos franceses (só a parte mais clara)
1 lata de milho pequena
azeite q.b.
oregãos
sal e pimenta preta q. b.

Cozer o esparguete num tacho com muita água para que não se cole até ficar al dente. 
Numa frigideira, refogar o alho francês cortado em pedaços pequenos até ficar tenro. Temperar com sal e pimenta preta e juntar o milho doce e os oregãos no final. Adicionar o esparguete já cozido à mistura, dar umas voltas na frigideira e servir.
Bom apetite!!


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Malassadas

Aqui na ilha Terceira, na época do Carnaval, que é vivido com bastante entusiamo por parte dos terceirenses, para além dos bailinhos e festas de máscaras, fazem-se as famosas filhózes ou malassadas.
Cá em casa, somos uns apreciadores das ditas filhózes e por isso resolvi aventurar-me no seu fabrico. Sairam bem e não sobrou nem uma. O que vale é que somos muitos, contando com as amigas que se juntam a nós tantas vezes.
Aqui vos deixo a receita que mais uma vez retirei do livro "do convento para a bimby". Vou explicar a fórmula bimbólica e a fórmula tradicional. Espero que gostem!!!


Ingredientes para 20 malassadas:
Para a levedura:
30g de fermento de padeiro fresco
35g de açúcar (usei amarelo)
40g de água
50g de farinha tipo 65

Para a massa:
500g de farinha tipo 65
50g de leite
35g de manteiga à temperatura ambiente (usei creme vegetal)
50g de açúcar (usei amarelo)
20g de aguardente
4 ovos
açúcar para polvilhar

Na bimby:
colocar no copo o fermento, o açúcar e a água e programar 10seg/ vel.3. Adicionar a farinha e programar o mesmo. Com a ajuda da espátula, baixar o que ficou na parede do copo e programar novamente 10seg./ vel.3. Deixar repousar 30 minutos.
Adicionar todos os ingredientes da massa à levedura e programar 2min. velocidade espiga. Retirar a massa para uma taça e deixar levedar durante 1 hora num local morno. (Aqueci o forno a 50ºC e depois de o desligar colquei a taça lá dentro).
Com as mãos bastante molhadas, retirar pedaços de massa e esticar com os dedos. Fritar e no final polvilhar com açúcar. 
As mãos devem estar bem molhadas para que a massa não se cole aos dedos e o óleo não pode estar muito quente, ou as malassadas ficam tostadas por fora e cruas por dentro.

Modo tradicional: 
Dissolver o fermento na água e juntar o açúcar e a farinha mexendo bem para fazer a levedura.
Peneirar a farinha para um alguidar, fazer um buraco no meio e deitar lá dentro a mistura da levedura, a manteiga derretida, o açúcar, a aguardente, os ovos um a um e amassar muito bem como se fosse massa de pão. Juntar o leite e continuar a amassar.
Deixar levedar durante 1 hora.
Com as mãos bem molhadas com água, esticar pequenos pedaços de massa e fritar em óleo.
Depois de fritas, passar por açúcar e canela.
Bom apetite!!

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Salada de grão com atum e hortelã

Desde que deixámos de comer carne com regularidade que foi difícil encontrar receitas para o dia a dia. Ando sempre à procura de sites com receitas vegetarianas ou de peixe que sejam fáceis e rápidas de fazer. Agora já estamos mais treinados e já é mais fácil preparar as receitas da semana, mas é sempre complicado encontrar coisas novas e diferentes.
Por isso, resolvi aqui deixar algumas das receitas que fazemos cá por casa. Não são nada de transcendente, mas são saborosas e tentamos que sejam equilibradas e claro, fáceis de fazer.
Espero que gostem desta salada de grão que é muito apreciada cá por casa. Foi a nossa amiga Eugénia que nos deu a receita e nos ensinou a fazer, e claro... a hortelã é cá da horta e dá-lhe um toque especial!


Ingredientes para 6 pessoas:
2 latas de grão das grandes
1 lata de atum ao natural
12 ovos de codorniz ou 4 ovos de galinha
sumo de 1 limão
azeite q.b.
hortelã q.b. (cá em casa abusamos da hortelã)
pimenta preta q.b.

Passar o grão por água corrente e deitar numa tigela que vá à mesa. Juntar o atum e os ovos cortados em pequenos pedaços. Adicionar as folhas de hortelã e temperar com sumo de limão e azeite. A pimenta, deitar no prato de cada pessoa (as crianças não costumam querer).
Acompanhar com uma salada de alface.
Bom apetite!!! 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Sericaia

"Deu agora meio-dia; o sol é quente
Beijando a urze triste dos outeiros
Nas ravinas do monte andam ceifeiros
Na faina, alegres, desde o sol nascente(...)"
Trecho do poema "Alentejano" de Florbela Espanca


Este Natal, ofereceram-me o livro "do convento para a bimby" de onde retirei este pequeno excerto e a maravilhosa receita de Sericaia.  Ando doida para fazer as receitas fantásticas que lá estão, mas tenho que me controlar... 
Aqui na Terceira, onde estou, celebra-se o dia das amigas, assim como o dos amigos, dos compadres e o das comadres. Estes dias estão relacionados com a data do Carnaval e por isso são sempre móveis. Este ano, no dia das amigas, resolvemos fazer um jantar cá em casa com as amigas, e o amigo cá de casa foi o nosso cozinheiro!!! Claro que a sobremesa ficou por minha conta e resolvi experimentar fazer uma Sericaia, que não é nada açoriana mas sim alentejana.
Aviso desde já que é mesmo difícil  parar de comer depois de se degustar a primeira colher!!! Simplesmente fantástica!!!
A única alteração que fiz desta vez  foi o açúcar amarelo que uso sempre no lugar do branco e usei a velocidade inversa para não desfazer a casca do limão.
Deliciem-se!!
Vou aqui deixar a preparação feita na bimby, assim como o método tradicional.

Ingredientes:
6 ovos
200 grs de açúcar amarelo (claro!!!)
toda a casca de um limão sem a parte branca
90 grs de farinha tipo 55
750 grs de leite
1 pau de canela
1 pitada de sal
canela em pó para polvilhar

Na Bimby:
no copo limpo colocar a borboleta e bater as claras em castelo com uma pitada de sal 6min / vel3 1/2. Reservar.
Ainda com a borboleta no copo deitar as gemas, o açúcar e a casca de limão e bater 5min / vel3. Aqui, usei a velocidade inversa para que as cascas do limão não se partissem. Convém dar uma espreitadela :)
Retirar a borboleta, adicionar a farinha e envolver 10seg / vel3.
Adicionar o leite e o pau de canela e programar 10min / 90ºC / vel2.
Retirar o pau de canela e a casca de limão e despejar este creme para uma taça. Adicionar cuidadosamente, com a ajuda de uma vara de arames, as claras ao creme acabado de fazer.
Dispor num prato redondo de barro colheradas grandes e desencontradas, começando do centro para as margens do prato, para que a sericaia abra fendas ao cozer. Só vai abrir as fendas no final dos 30 minutos de cozedura. Polvilhar com muita canela.
Colocar no forno pré aquecido a 200ºC e no final dos 30 minutos verificar se está cozida por dentro. Se necessário, baixar o forno para 150ºC para que a sericaia acabe de cozer.
Servir com ameixas de Elvas em calda (se as encontrarem)!!!!

Modo tradicional:
separar cuidadosamente as gemas das claras e reservar. Bater as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado e fofo. Dissolver a farinha no leite com muita paciência e misturar as gemas, o pau de canela e a casca do limão. Levar a lume baixo e deixar ferver sem parar de mexer. Retirar o recipiente do lume e deixar arrefecer. Tirar o pau de canela e a casca de limão. Bater as claras que tinha reservado em castelo bem firme com uma pitada de sal e no final envolver no preparado anterior. 
Num prato de barro, deitar o creme com uma colher grande às colheradas desencontradas.
Polvilhar abundantemente com canela e levar ao forno quente para crescer e abrir fendas. 
(adaptado da receita do site pt.petitchef.com)

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Muffins de chocolate


Há uns anos atrás, quando ainda comiamos carne com bastante regularidade e eu trabalhava fora de casa, costumava consultar um blog fantástico sempre que ía fazer o jantar. Aprendi muito com esse blog e só não continuo a usar as suas receitas para o dia a dia porque não as tem vegetarianas. Mas tem bolos fantásticos e aprendi muitos truques com essas receitas.
Esta receita de muffins de chocolate é desse blog. Bom, pelo menos é adaptada desse blog, porque eu não a fiz exactamente como lá está. Faço sempre umas alterações a meu gosto, mas a base é de "As minhas receitas" e o endereço é "paracozinhar.blogspot.com".
E ainda por cima são deliciosos!!!
Todas as receitas da colher-de-pau, como a mãe desse blog se chama a si própria, são fáceis de perceber e de executar. Espero que se divirtam a cozinhar no dia a dia. Para mim foi uma grande ajuda naqueles tempos em que passava mais tempo em aviões e hotéis do que em casa.
Aqui fica a receita para 12 muffins!!!

Ingredientes:
300g de farinha
150g de açúcar amarelo
2 colheres de chá de fermento em pó
1 ovo
250ml de leite
100g de creme vegetal
200g de chocolate negro de tablete

Misturar a farinha com o fermento e o açúcar. À parte, misturar o leite com o creme vegetal e o ovo. Juntar as duas misturas e bater muito bem. Triturar grosseiramente o chocolate (costumo triturar na bimby, mas quem tenha um liquidificador ou uma 123 também serve) e juntar à mistura anterior envolvendo bem.
Forrar forminhas de queques com copinhos de papel frisado e levar ao forno previamente aquecido a 200ºC até estarem douradinhos e crescidos. 
Bom apetite! E obrigada colher-de-pau!

(esta fotografia é antiga, mas ainda não tinha aqui colocado esta receita!!!)


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Bolo de nozes e mel com farinha de espelta

A espelta, contém muitos sais minerais e proteínas, e fortalece os orgãos internos. Prisão de ventre, colite e digestões difíceis são alguns dos problemas em que a espelta pode ser benéfica. É um estimulante do sistema imunitário e constitui uma boa fonte de energia constante.
Fonte: "Somos o que comemos" de Gillian McKeith

Uma amiga deu-me um pacote de farinha de espelta quase no fim do prazo de validade pois não sabia o que fazer com ela. Achei boa ideia fazer um bolo com essa farinha e andei em busca de receitas que a levassem.
Como não encontrei muita informação, resolvi basear-me numa receita de bolo de mel que aqui tinha e inventar um bocado.
Saiu isto que aqui se vê!!!


Por acaso muito saboroso!!! Fica um bolo muito compacto, mas muito fácil de digerir porque esta farinha é de fácil digestão. Se quiserem um bolo mais leve basta misturar farinha de trigo normal à farinha de espelta.
A amiga gostou muito e as crianças também, claro!!!

Ingredientes:
65 grs de nozes descascadas
4 ovos
100 grs de mel
150 grs de açúcar amarelo, claro!!!
120 grs de creme vegetal
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de fermento
350 grs de farinha de espelta

Juntar os ovos com o açúcar e o mel e bater muito bem. Adicionar o creme vegetal e bater novamente. Depois de cremoso juntar a farinha, o fermento e a canela e voltar a bater. As nozes juntam-se agora no final e é só envolver.
Deitar a mistura numa forma untada e levar a forno aquecido a 180ºC.
Bom apetite!!!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A Horta: o início

Pois é, agora resolvi fazer uma horta cá em casa. Já tinha tentado no jardim, mas os gatos destruiram tudo e usaram a horta como casa de banho. Então, resolvi usar garrafões de água para fazer a horta. Os gatos assim não a atacam, e espero que os caracóis e as lesmas também não.


Os alhos: coloquei uma cabeça de alho em cada buraquinho e já estão crescidos, mas só daqui a uns oito meses é que estarão prontos a ser consumidos.

As alfaces: semeei as alfaces mais ou menos há um mês e já tenho umas pequenas alfacitas a pedirem para serem transplantadas. Depois digo-vos se são saborosas... 

As cenouras e os bróculos: semeei ambos na semana passada e estou à espera que se veja qualquer coisa... depois dou notícias...

Hortelã: transplantei uns pézinhos e lá está ela a crescer.

Agora vou fazer uma sementeira de courgettes...
Daqui para a frente darei notícias da minha horta e assim que possível... que tal um bolo de courgette? Ou uns queques de cenoura com cenoura biológica? Vamos lá ver o que isto dá...



sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Mousse de chocolate da Mónica

Apesar de ser muito rico em gordura, o chocolate é também muito nutritivo, sobretudo o preto, que é um bom fornecedor de ferro e de magnésio. O chocolate contém também boas quantidades de proteínas, traços de outros minerais e algumas vitaminas do complexo B.
Contém uma substância química, teobromina, que se crê ser responsável pela libertação de químicos de "boa disposição" no cérebro. A teobromina também exerce um efeito estimulante sobre o coração e os rins.
Fonte: Guia da alimentação saudável de Michael Van Straten

Afinal sempre há uma boa razão para comermos chocolate. Assim, aqui fica esta mousse, feita com chocolate negro, que a minha amiga Mónica me ensinou a fazer.


Ingredientes:
200grs de chocolate negro em tablete
12 ovos
3 colheres de sopa de açúcar (usei amarelo)
1 colher de sopa de creme vegetal

Derreter o creme vegetal, juntar o açúcar e bater muito bem até não se notar o granulado do açúcar. Juntar as gemas dos ovos uma a uma continuando sempre a bater. Quando esta mistura estiver bem cremosa, juntar o chocolate já derretido e continuar a misturar tudo muito bem. Finalmente, juntar as claras batidas em castelo envolvendo sempre. Guardar no frigorífico até servir.
Bom apetite!!