terça-feira, 27 de novembro de 2012

Matemática com Cartas



Ando sempre a tentar descobrir novas formas de estudarmos cá por casa. Às vezes até sonho com isso. Sou adepta dos jogos. Acredito mesmo que não há melhor forma de aprender do que jogando e brincando com as coisas. Mas às vezes dá mesmo muito trabalho, ou pelo menos requer muita imaginação, encontrar coisas divertidas para fazermos.
Ontem, a passear os olhos pelo Pinterest, vi um jogo de matemática feito com cartas de jogar, mas faltava-lhe qualquer coisa. Era uma boa ideia, mas precisava de algo mais desafiante. Então, mais tarde, depois de muito pensar naquele assunto, fez-se luz no meu pequenino cérebro. Inventei um jogo, e estou contente com o resultado. Hoje já jogámos a manhã toda e até houve queixas da parte da Madalena a dizer que era difícil. Ora, era mesmo isso que eu queria!! Se fosse fácil não dava aquela pica...
Então vou passar a explicar como funciona e quais as regras:

Material necessário:
2 baralhos de cartas sem damas, nem valetes nem reis, mas com jocker
2 folhas A5 se tiverem 2 crianças em níveis diferentes de aprendizagem (as nossas folhas ainda estão em rascunho, mas penso melhorá-las e plastificá-las. Depois mostro.)
1 dado
2 peças marcadoras de posição


As folhas A5 estão divididas em quadriculas, como podem ver (mal) na foto. Para as crianças mais pequenas, como o Lourenço que está agora no 1º ano, colocámos números até 20. Cada jogador começa com 8 cartas na mão. Joga-se o dado e vai-se andando nos quadradinhos. Quando paramos num número temos que encontrar cartas que somadas deem aquele resultado. Podem ser mais do que duas cartas. Se não tivermos as cartas certas podemos ir ao molho que colocámos no centro da mesa e recolhemos cartas até conseguirmos fazer a dita soma. Ganha o jogo quem acabar primeiro as cartas todas.
Para as crianças com mais idade, como a Madalena que está no 5ºano, o tabuleiro tem números que sejam resultados da tabuada até ao número 100. As regras são um pouco mais desafiantes. Temos que encontrar o número pretendido usando pelo menos uma multiplicação, mas podemos usar também somas e subtrações. Ainda não estudei o jogo para as divisões, mas creio que também funciona, embora seja mais difícil. E com a Madalena sempre a refilar, talvez seja melhor treinar apenas a tabuada. Pelo menos para começar.  Podemos apresentar vários resultados se assim quisermos, visto que o objetivo do jogo é acabar com as cartas que temos na mão. Por exemplo, se nos calhar o número 49 podemos apresentar o resultado 7x7, mas também podemos apresentar 5x8+9, ou qualquer outra combinação que as nossas cartas permitam. A regra mais importante é que temos que usar sempre uma multiplicação.
Vamos lançando os dados, vamos fazendo as contas e ganha quem acabe primeiro as cartas. Parece simples, é simples, mas desafiante.


É verdade!!! Também temos os jocker para nos facilitar a vida. Quando estamos atrapalhados, podemos usar o jocker para substituir qualquer carta. Se tivermos um nas mãos claro!
Espero que tenham percebido a minha explicação e que se divirtam muito com este jogo. Eu estou fã! Mesmo com a Madalena a refilar o tempo todo que é muito difícil...
Claro, o Lourenço ganhou os dois jogos, o que deixou a Madalena ainda mais zangada a dizer que não era justo ela ter que estudar a tabuada e ele só fazer somas e ainda por cima sempre com ajuda. Pobre Lourenço... é mais difícil para ele encontrar os números para fazer as somas do que para ela saber a tabuada. Mas a Madalena é mesmo assim. É o meu desafio diário saber entender aquela cabeça. E às vezes é bem difícil...

3 comentários:

  1. Maravilhoso, adoro os teus jogos, mando-os logo para a minha irmã a ver se ela acha interessante e faz com os meus sobrinhos.

    ResponderEliminar
  2. pode explicar melhor este jogo?? está muito interessante..tem alguma plantinha das folhas???

    ResponderEliminar